Vago.

versos.

Veste quente que reveste o vasto
Pele que impede de transpassar o espaço
Fenda falha por onde escorre um fio

Esvazia o cheio enchendo lentamente o vazio!

Anúncios

em branco.

Preciso de um caderno novo!
Sem linhas, nem páginas amareladas.

Pequeno, pra que sempre possa levar comigo!
Resistente, pra que aguente a bagunça da mochila!