Somos um!

Entre o céu e o mar
Uma gota da imensidão
Mergulho certo para o infinito

O vento que sopra leve trouxe
o perfume das madrugadas mais serenas.
Fluir suave, calmo, delicado!

Mãos que percorrem, descobrem, se encontram
em outras mãos que procuram caminhos, desvendam texturas.
Arrepio!

Olhos bandidos
Saliva,  suor, poros, pelos, pele
Ali viram só um!

… mas as palavras nunca vão traduzir!

Anúncios